Leiam A Intro para A Palavra da Vez e as Regras do Jogo, para participar e acompanhar os textos da vez.

Leia a Glorinha em sua casa!

Olhando no Espelho

Há muitos anos atrás, um amigo me disse que enquanto as outras pessoas da nossa convivência eram arroz com feijão, eu era um prato exótico….

Os anos se passaram e, um outro amigo, um dia, me disse: você é transparente, não consegue esconder seus sentimentos…
Há pouco tempo, uma outra amiga me falou: você é uma pessoa
muito densa…

Até agora, pra falar a verdade, não sei direito o que eu sou…sou densa, transparente, um prato que foge à mesmice…o que as pessoas enxergam em mim?

O que eu mostro pra uns que não mostro pra outros?

Sou tudo isso junto, ou cada coisa separada?

Sou arrogante? Sou fácil de entender? Sou fácil? Difícil? Transparente? Densa? Sou caótica ou de simples leitura?

Acho que sou tudo isso…mulher de mil faces, de mil fases…Mulher que transgride, mas que também aceita.
Erros? Todos…

Fêmea louca, mas também serena… Sábia e imatura…Carente e auto suficiente…

Não seremos todas nós, assim?

Não seremos, nós, todas as mulheres, um pouco disso tudo? Basta conhecer um pouco de nós mesmas?

Mas quem conhece a si mesma? Quem consegue se enxergar de fora, extra corpo, como numa fotografia?

Há alguma mulher capaz disso? Há alguma dentre nós capaz dessa análise fria, de se olhar como se olha um espelho e ver através dele?

Como eu me vejo?

Como seria se eu pudesse me ver de fora, como seria me ver e me sentir como os outros me sentem?

Ao mesmo tempo, essa tarefa seria impossível, pois hoje sou uma, hoje estou bem, mas amanhã, como estarei?

Sou bipolar? Acho que sou muitas…Acho que sou todas…Sofro muito…Às vezes sou tão feliz!

Toda mulher traz dentro de si todas as possibilidades…nosso mundo é um mundo só nosso…intangível, inatingível…por isso é tão difícil que nos entendam…

Tem dias em que acordo monstro…quero me engolir, me aterrorizar, bicho papão de mim mesma…

Outros, acordo princesa…quero me enfeitar, me acarinhar, apaixonada por mim mesma…

Noutros ainda, sou sapo…detesto tudo o que vejo em mim, acho que fiz tudo errado, chuto meu próprio rabo…

Dá pra entender quem sou?

Será que alguém me conhece?

Sei lá…Só sei que, apesar da dor, das perguntas, dos questionamentos…até que é divertido ser mulher…

Só sei que a graça da vida é se olhar no espelho e, procurar…

Anúncios